Campimetria


Campimetria

O exame de Campimetria, também conhecido como Campo Visual ou Campimetria Ocular, tem como função detectar alterações e doenças da visão, sendo bastante comum para o acompanhamento de glaucoma e outras neuropatias. A Campimetria identifica pontos cegos e estabelece os limites da visão periférica. Ou seja, é possível determinar se o(a) paciente sofreu perda de sensibilidade em áreas à sua volta ou se responde com atraso a algum estímulo na visão lateral, inferior ou superior.

Além de indolor, o procedimento dura entre 10 e 20 minutos dispensando qualquer tipo de preparo para a sua realização. No entanto, as pessoas que tratam glaucoma devem suspender o medicamento utilizado, conforme orientação do(a) oftalmologista.

Quando o exame de Campimetria é solicitado?

Primeiramente, na maior parte dos casos, a Campimetria é indicada para o acompanhamento de glaucoma. Logo, serve tanto para o(a) especialista analisar a evolução do quadro quanto para avaliar a resposta que o(a) paciente tem apresentado ao tratamento prescrito.

No entanto, o exame também é solicitado para o diagnóstico de:

▪ Retinose;
▪ Coroidite;
▪ Degeneração macular;
▪ Acidente Vascular Cerebral (AVC);
▪ Hipertensão;
▪ Glioma do nervo óptico;
▪ Tumores no cérebro;
▪ Distúrbios do sistema nervoso central ou da glândula pituitária;
▪ Esclerose múltipla.

Ao mesmo tempo, a Campimetria auxilia na investigação de dores nos olhos, intoxicação medicamentosa e queixas relacionadas a alterações no campo de visão, como o surgimento de manchas.

Tipos de Campimetria

Os pacientes podem ser submetidos à Campimetria computadorizada ou manual. No primeiro caso, a fonte luminosa pode permanecer parada (estática) ou em movimento (cinética), o que depende do propósito de avaliação pretendido pelos
médicos. Em ambos os casos, os computadores viabilizam um diagnóstico mais detalhado.

Por outro lado, o exame de Campimetria manual é feito a partir de comandos dados por um(a) profissional ao(à) paciente, que deve manter o foco num ponto determinado. Normalmente, esse tipo é indicado para quem apresenta dificuldades em relação ao computador.

Como é feito o exame?

Quando é feita a Campimetria computadorizada, a pessoa se senta com o rosto próximo ao aparelho, o qual emite pontos de luz em locais variados e com diferentes intensidades dentro do campo de visão. Porém, é solicitado ao(à) paciente que permaneça focado(a) na luz existente no fundo do campímetro. Sempre que perceber novos estímulos de luz, precisa apertar um dispositivo com sinal sonoro, o qual lhe é entregue logo no início.

Já durante a Campimetria manual, médico(a) e paciente se sentam com o olhar nivelado. A pessoa é orientada a fixar a visão num objeto ao fundo ao mesmo tempo em que um de seus olhos é coberto. Números e movimentos são exibidos nas regiões periféricas pelo(a) especialista, os quais devem ser ditos pelo(a) paciente. O ambiente, em ambos os casos, possui pouca luminosidade. Vale mencionar que não há problemas em se submeter ao teste com lentes de contato.

Precisa realizar o exame de Campimetria? A Clínica Vittá oferece esse e outros procedimentos a baixo custo com profissionais altamente capacitados.

Clique aqui e agende um horário sem sair de casa!